Como Funciona Um Vaporizador De Ervas

Publicado: 30/05/2018


COMO FUNCIONA UM VAPORIZADOR DE ERVAS

Os vapes têm diferentes formas e tamanhos – alguns são grandes e funcionam ligados na tomada, geralmente deverá utilizá-los desde sua casa, e outros vaporizadores são tão compactos e portáteis que você pode levá-los no seu bolso. O  vaporizadores operam ao aquecer suas ervas a uma temperatura mais baixa da que se usa na combustão. A temperatura em que ocorre a vaporização vai entre os 40° e os 220C, e nestas temperaturas as ervas se transformam em um gás que pode ser inalado até os seus pulmões.

O legal sobre estes aparelhos é que enquanto eles contêm todos os ingredientes ativos de suas ervas, você não terá que inalar as toxinas presentes no método tradicional de fumar. Algumas unidades funcionam com uns balões plásticos que servem para conter o vapor que logo será inalado, enquanto outras lhe permitem desfrutar do vapor diretamente do vaporizador. Existe uma ampla gama de vapes no mercado como para satisfazer a todos os consumidores.


Por que vaporizar?

Um dos principais motivos pelo que você deveria vaporizar ao invés de fumar é porque a vaporização é uma opção muito mais saudável. Quando as ervas são queimadas os subprodutos nocivos se liberam e isto pode causar inúmeros problemas na sua saúde. Os principais problemas de saúde incluem doenças respiratórias como a bronquites e câncer de pulmões. Há infinitos estúdios que sugerem o uso de vaporizadores de ervas para ajudar a pessoas a evitar este tipo de problemas. Outro benefício da vaporização é que estes aparelhos contêm uma maior concentração de ervas o que torna a vaporização mais econômica e eficiente. Os vaporizadores são tão versáteis que pode utilizá-los em qualquer lugar. No geral, em comparação com o fumar, a vaporização é mais pura, limpa, e mais acessível que o fumar.

Existem dois tipos de vaporizadores, os de condução e os de convecção, e ambos têm seu jeito específico de vaporizar. Uma das vantagens de usar uma tecnologia baseada no condução é que as ervas são aquecidas rapidamente o que facilita a criação de vapor imediato ao clicar um botão. O aquecimento por condução é mais fácil de usar e muito mais econômico em comparação com outras alternativas no mercado. Porém, uma questão a considerar é que se o calor não estiver na temperatura correta pode chegar a produzir combustão.  É importante saber que o controle de temperatura na tecnologia por condução não é tão preciso.t



 



Os métodos de aquecimento dos vaporizadores de ervas

É importante saber que existem dois meios de aquecimento para vaporizadores. Os dois métodos são chamados de condução e convecção.


Condução: Envolve a transferência de calor através do contato direto com a erva

Convecção: Envolve a transferência de calor através de pequenas particulas de ar


O aquecimento através da via de condução é muito mais comum em vaporizadores de ervas do que nos vaporizadores de mesa.Já a convecção é considerada um método superior, visto que o elemento de aquecimento e o material não se tocam. Normalmente, vaporizados que utilizam esse método são significativamente mais caros.Uma das grandes desvantagens dos vaporizadores de condução é que existe um pequeno risco de causar combustão no material, ao invés de valorizar.


Conclusão

Devo dizer que ambos os vaporizadores, por condução e convecção têm muito mérito e têm a capacidade de produzir excelente qualidade. Para a maioria das pessoas, a tecnologia por convecção é a opção mais procurada, e isto se deve ao desempenho em geral e ao controle preciso de temperatura. O aquecimento por condução certamente tem muitos benefícios, mas se estiver procurando as melhores características, então eu recomendo o método de convecção.


O uso dos vaporizadores de ervas é uma alternativa que se tornou muito popular como substituto das formas tradicionais de fumar. A grande pergunta é o quê são exatamente os vaporizadores e como funcionam.

Voltar

Receba nossas Ofertas e Novidades